fbpx

Ela nos inspira: conheça a trajetória de uma empreendedora de sucesso!

AUTOR Thaiane Pinha / Data 8 março, 2018 / Categoria: Cases, Empreendedorismo

empreendedora

O dia da mulher chegou, e para mostrar nosso respeito e admiração pelas homenageadas desta data tão especial, vamos falar um pouquinho sobre nossa inspiração diária aqui na Nairuz. Além de esposa dedicada, mãe de um menino lindo, publicitária talentosa, blogueira por paixão, nossa querida Val também é uma empreendedora de muito sucesso!

Valéria Queiroz nos conta em detalhes como é ser mãe, blogueira, publicitária e uma grande empreendedora

Como começou sua trajetória do empreendedorismo?

A minha trajetória do Empreendedorismo começou na minha infância! Minha mãe trabalhava com revenda de produtos por catálogos, então nós tínhamos como se fosse um negócio em casa (risos). Tínhamos metas de forma simples que minha mãe definia de vendas e íamos atrás, além de vender, nos preocupávamos com a entrega, porque minha mãe sempre dizia: “nosso cliente tem que estar feliz, assim ele voltará sempre”! Ela não me dava a responsabilidade do “negócio”, mas me fazia sentir importante para que os resultados fossem alcançados. Mal sabia minha mãe que ela estava instigando dentro de mim “o bichinho” do empreendedorismo.

Meus pais também não tinham condições financeiras de dar mesada para mim e meus irmãos, acho que mesmo se tivessem eles não nos dariam, porque meu pai dizia que para as coisas serem boas elas precisam ser conquistadas. Lá atrás eu talvez pensasse “poxa pai, tenho alguns amigos que tem”, mas foi esta atitude deles que me ensinou que o empreendedor tem que ter resiliência. Eles nos davam as coisas que pedíamos e precisávamos, mas coisas supérfluas nós conquistávamos. Sabe como? Com venda de geladinhos.

Nós também guardávamos as garrafas pets e panelas que minha mãe descartava, dentro de um quarto no porão da nossa casa. E quando o senhorzinho da reciclagem passava com seu caminhão anunciando na rua que comprava ou trocava produtos recicláveis, nós fazíamos negócio, acho que foi o primeiro laço de parceria entre fornecedor e cliente que desenvolvemos…hehehe. E assim íamos juntando o nosso dinheiro em conjunto no famoso porquinho da sorte! E quando ele estava bem gordinho quebrávamos e podíamos comprar o que nós estávamos almejando, muitas vezes só o nosso dinheiro não dava, então meu pai inteirava, tipo um sócio investidor hehe só que da nossa felicidade!

Agora que a coisa ficou séria, tenho em mente que uma das receitas de sucesso é: faça as pequenas coisas bem-feito e tenha paixão pela excelência, mas prepare-se para falhar e continuar insistindo!

Quais foram seus maiores desafios ao se tornar uma mulher empreendedora?

Eu tinha uma sociedade com minha melhor amiga, infelizmente falimos o nosso negócio, não vingou, talvez por falha de planejamento, ações, não sei! Só sei que fiquei desestruturada! Jurei a mim mesma que esta vida não era para mim! Então um dos meus maiores desafios foi quebrar um bloqueio dentro de mim, para me mostrar que seria capaz de empreender novamente ao lado do meu esposo! E só entendi que seria capaz, quando descobri que eu ia continuar errando, porém eu tinha que errar rápido, ser original nos erros, aprender a lição para que os erros não voltassem acontecer, concertar logo e, se preciso for, mudar a estratégia do negócio.

Sempre tive em mente que eu tinha que liderar pelo meu exemplo e não pelas minhas palavras. Um dia li uma frase do Beto Sicupira que ficou cravada em meu coração , que dizia: “O seu legado como empreendedor está nas coisas que você fizer todos os dias para transformar seu sonho grande em um negócio que empregue pessoas, pague impostos e contribua para o desenvolvimento do país”. É isso que temos buscado em nossa empresa!

O que te motiva a continuar?

Em primeiro lugar  Deus, só pode ser Ele, porque é cada “pancada” que a gente leva hehehe e em segundo lugar meu filho, quero ensinar para ele  que sonhar grande dá o mesmo trabalho que sonhar pequeno, então temos que desenhar um mapa do caminho para chegar lá! Nem que tenha que dividir em pedaços, vamos fazer! E quando tiver chegando no sonho grande é hora de arranjar outro sonho, afinal a vida do empreendedor não para e a cabeça é sempre borbulhante de ideias.

Como é ser esposa, mãe, publicitária, blogueira e empreendedora?

Na verdade são os meus maiores desafios rs. Muitos tratam pelo meio digital o empreendedorismo materno como “um mar de rosas” ou como a salvação da relação com nossos filhos, e as coisas não são assim tão fáceis! Existe um preço psicológico a ser pago. A pressão de alcançar o sucesso tanto no universo empreendedor como ser uma boa mãe. Tem a casa, tem o bebê, tem o esposo, tem o negócio para fazer dar certo e tem o blog que amo compartilhar experiências com mamães que enfrentam desafios como eu. Tem vestígios de crescimento, precisa investir em funcionário, precisa de recurso para isso, tem as pressões do mercado, viu só? Quantas coisas…

Não tenha dúvidas que isso dá uma sensação de estar sempre sobrecarregada! Muitas coisas para resolver e pouco tempo para fazer tudo que precisa.  Aumenta a nossa auto cobrança. A saída nesses casos é saber manter o foco e as coisas em perspectiva. Quando parecer que está estagnada e progredir parece extremamente difícil, olhe para trás e veja toda a evolução até o momento atual.  E tenha em mente que são os nossos valores que fazem a diferença em nossos momentos de crise, que qualquer empreendedor enfrenta ao longo da sua trajetória. Lembra da resiliência que falei que aprendi lá atrás com meus pais? Pois é neste momento que temos que colocar em prática.

 

Leia também: Descubra como a consultoria digital tornou o e-commerce da Lojas RPM um case de muito sucesso!


Um comentário sobre “

Ela nos inspira: conheça a trajetória de uma empreendedora de sucesso!

  1. Avatar Valeria disse:

    Adorei poder compartilhar esta experiência, me fez relembrar muitas coisas que as vezes deixamos para trás por conta da rotina corrida.
    Parabéns também a todos envolvidos nesta campanha do dia internacional das mulheres, puder ver algumas como de olhos marejados lendo as histórias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *